Atenção Plena

Gostaria de convida-los a refletir sobre algo do nosso cotidiano: o banho!
O convite pode parecer um pouco sem propósito em um primeiro momento, mas te instigo a continuar a leitura e permitir-se à prática que vou lhes introduzir.

Te convido a tomar um banho consciente, por meio da prática da atenção plena (ou em inglês, mindfulness).



Mas o que é isso?

O termo se refere a um estado mental que se caracteriza pela autorregulação da atenção para a experiência do aqui e do agora, ou seja, o momento presente.

Ficou muito complexo? Então vamos ao exercício em si!

Sabe aquele momento em que você se concentra fielmente em uma atividade em que esta se dedicando? Este é o fundamento do exercício.
Entre no banho e perceba, conscientemente, quais são seus movimentos.

Sentiu frio nós pés quando tocou o chão sem chinelo?
Qual parte do corpo tem o costume de molhar primeiro?
Qual o cheio do sabonete que escolheu para hoje?
A água esta em uma temperatura que te agrada?
Qual a sensação de tocar sua pele com a bucha? 
Você sente alguma tensão em alguma parte em que a água vai caindo?
Quantas vezes será que esfrego o cabelo para sentir que está limpo satisfatoriamente?

Estas são algumas perguntas que podem nos guiar neste exercício, porém o objetivo final é o desenvolvimento dessa habilidade de olhar para o meu “eu” e PRESTAR A DEVIDA ATENÇÃO que ele merece.

Você tem tido tempo e curiosidade o suficiente para perceber-se diariamente?

Através do treinamento da atenção plena desenvolvemos a habilidade de perceber pensamentos, sensações corporais e emoções no momento em que ocorrem, sem reagir de maneira automática ou habitual. Com isso, aprendemos a fazer escolhas mais conscientes e funcionais, influenciando positivamente na maneira como lidamos com os desafios cotidianos. 
Você que esta chegando agora em casa tente fazer esse exercício. Ou adapte-o para outra atividade: passe um creme nas mãos, coma algo que goste ou simplesmente escovar os dentes. Se questione: eu gosto desse cheiro? Deste gosto? Qual a textura desse alimento ou escova de dente? 

Converse mais consigo mesmo!
E depois volta aqui pra me contar sobre sua experiência.

Por Mariana Diniz (@psicomarianadiniz)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *