Como te amas?

Já disse por aqui: eu me amo!
Não nasci me amando. Fui aprendendo em casa rodeada de quem me amava. Mesmo que as vezes não percebesse.
Aprendi também a reconhecer esse amor próprio de forma mais clara quando me apaixonei e amei pela primeira vez. Meu primeiro amor me amou de verdade e aos 15 anos ambos em crescimento de personalidade, de afetos e de descobertas do mundo, nos propusemos a crescer juntos. O namoro acabou, mas o amor foi mais adiante por mais um tempo, apenas passamos a nos amar diferente.

Aprendi que meu amor por mim me faz mais inteira e melhor de amar.
Entendi que as pessoas precisam se amar pra ter amores melhores, no entanto não é assim com todes.

Por isso pergunto: como te amas?

Sim, porque a forma como te amas faz toda a diferença na forma que outres te amam. Já te deste conta?
Valorizas o que a vida já te ensinou?
Respeita teus defeitos? Pois é, as vezes nossos defeitos estão aí porque nos protegem. Podem é fazer parte de auto cuidado.

Tens cautela contigo ao se abrir ao amor? Lembras de jamais te abandonar?
Hoje parece difícil se encontrar o amor que eu chamo de parceria. Aquele que não exige troca porque naturalmente ela existe. Aquele que que te dá respeito porque antes de mais nada ambos se vêem respeitosos.

Já tive a minha fase de querer experimentar a qualquer custo. Não segui uma hora com essa experiência. Antes de mais nada o amor por mim.
Nos aprendizados dentro da minha família também aprendi que uma única pessoa vai estar comigo por toda a vida, uma única pessoa será minha parceira não importa onde e porque. Eu mesma. Por isso eu me amo muito!

Como te amas?

Por Simone Lima

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *