Fiz a Limpa

Tinha um closet no meu quarto. Ele começou a desabar faz um ano. A qualidade não era grande coisa, as prateleiras muito pesadas pra estrutura, uma estrutura frágil e pouco firme. Os espaços estavam cheios de coisas minhas

Pra não dizer que era só meu tinham alguns materiais de escritório que supriam a família, mas um monte deles eram papéis, envelopes, canetas e lápis coloridos do tipo que eu gosto. Muita coisa!

Os varões para cabides despencaram, tinha muita coisa. Sobrou um pequeno preso. As roupas nas prateleiras, especialmente as de lã serviam de ninho de gata. A Teodora entrava e saia de cada nível como no “parquinho”. Moro em São Paulo fazem 19 anos e viajo a cada ano/ano e meio, onde eu poderia usar tanta lã?

A cada dia foi ficando mais difícil encontrar o que queria, na verdade já nem sabia mais o que tinha lá dentro

Ok! Hora de montar um espaço onde seria apropriado colocar as roupas e etc. de forma lógica, equilibrada e acima de tudo viável

Closet novo encomendado. Marcada data de entrega. Mãos na massa, ou melhor nos têxteis, sapatos, papéis…Tantas coisas, tanto que eu não uso, tanto que não me serve mais, tanto, tanto, tanto

Vocês sabem como é horrível fazer essas seleções. Experimentar. Por, tirar, passar
calor. É caso de conserto? É falta de necessidade mesmo! Fiz uma parte, não consegui ver tudo. Enfiei em caixas o que não estava selecionado e deixei aguardando

Chegam os armários novos. Sem escolha, é agora que precisa sair o que faz sobrepeso. Tanta coisa. Tão poucas necessidades

Fiz limpa! E mesmo assim tudo está entrando devagarinho. Tem que pensar mesmo, nada de usar o desnecessário. Ainda vai sair mais. Limpando a alma

Por Simone Lima

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *