Literatura – Filosofia

Como devem ter percebido adoro ler.
Boa parte das minhas leituras são de filosofia.
Até a alguns anos eu gostava de discutir filosofia, hoje não tanto. Me identifico bastante com os pensamentos de Luc Ferry, mas não tenho mais é paciência para entrar em conflitos filosóficos. Conversar sim, sempre dá prazer.

Lendo a gente aprende ou não, mas absorvemos alguma coisa com certeza.
O que se põe nesse momento é sobre como nosso aprendizado filosófico atua no dia a dia. O que se impõe sobre nossas atitudes decorrente desses ensinamentos e o quanto nos deixamos agir como seres humanos apenas instintivos. Imagino que ao aprender, absorver, um tanto de instinto será influenciado. Mas e nos momentos cruciais da vida, quando precisamos de ações imediatas, menos tempo de reflexão, quanto das nossas conclusões filosóficas tomam a rédea da ação?

Gostaria de acreditar o que está aprendido, embora não deva ser estático, será incluindo no pacote de argumentos.

Simone Lima

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *