Marsha P. Jhonson: Quem foi a pioneira na luta pela diversidade sexual?

Nascida em 24 de Agosto do ano de 1945 na região de Elizabeth no estado de Nova Jérsei, nos estados Unidos. Chegou em Nova York no fim dos anos ‘60 e na década de ‘70 se tornou inseparável da ativista trans Sylvia Rivera.

Marsha foi uma dragqueen afroamericana e pioneira do ativismo da diversidade sexual que participou da conhecida revolta de Stonewall, que um ano depois deu inicio as Paradas LGBT pelo mundo e na organização de grupos pelas diversidade sexual. Fundou a casa S. T. A. R, um hotel cujos quartos havia transformado junto com Sylvia Rivera em moradias comunitárias, as vezes para 50 ou mais pessoas e começaram a trabalhar em espaços autoorganizados e projetos que mantinham cobertas as necessidades tanto suas quanto de suas companheiras.

Era o mês de julho do ano de 1992, quando seu corpo foi encontrado no rio Hudson, não muito longe do píer de West Village, pouco depois da Marcha do Orgulho daquele ano. A polícia considerou a morte como um suicídio. Mas não convencidos desta teoria, seus amigos e companheiras lançaram uma campanha para saber como realmente morreu.

Apesar desta morte trágica, Marsha é ainda hoje uma viva memória de todos que lutam pelo fim do preconceito e discriminação contra a comunidade trans. Por isso, hoje nós da Ayne Casa de Cultura a homenageamos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *