O que é autocuidado?

Boa noite, pessoal! Como estão? Não, esta não é uma pergunta retórica. Te convido a realmente pensar como você está no dia de hoje, mais especificamente, neste momento. Como se sente (física, psico e emocionalmente falando)? É com esta reflexão inicial que peço licença para começarmos a explanar uma série de posts sobre “autocuidado”.

E o que, afinal, é autocuidado?

Podemos compreende-lo problematizando as seguintes questões: como está minha atenção para comigo mesmo, ou seja, como EU estou cuidado de mim mesmo nos últimos dias? Quais atitudes tenho tido comigo? São atitudes construtivas ou destrutivas? Tenho tido responsabilidade frente as mesmas?

Para que possamos considerar sujeitos com um autocuidado “funcional” precisamos nos atentar à alguns aspectos, dentre eles: como estou cuidando das necessidades do meu corpo físico, mental e emocional? 

Ter autocuidado não significa “estar bem” o tempo todo, porém conseguir aceitar e lidar de forma mais funcional com os aspectos positivos e negativos que perpassam nossas vivências diárias. Isto nada mais é do que buscar um equilíbrio e congruência no meu pensar-sentir-agir.

Penso que, por hoje, temos questionamentos o suficiente para refletirmos, que dariam encontros e mais encontros em uma terapia. Então vamos com calma. Comece pelo simples exercício de PERMITIR-SE a interromper a correria do seu dia-a-dia, respirar de forma mais serena e realmente colocar seus pensamentos mais focados em ao menos uma das questões anteriores, tentando chegar em algumas reflexões a mais. Autocuidado também engloba esta ação!

Mariana Diniz Cortez
CRP: 06/142181

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *