Psicologia – Ayne

O indivíduo passa a existir antes mesmo de seu nascimento, desde o momento que um casal se une e começam a idealizar a possibilidade de uma gravidez.

Em conjunto ou individualmente, fantasiam e criam um “bebê” no imaginário. Este processo se dá por meio de seus discursos e desejos, tanto consciente, quanto inconscientemente.

Assim sendo, o sujeito já passa a entrar em contato com o “vir a ser” e tais confabulações interferem na construção psíquica deste ser no futuro, tendo em vista que já existem expectativas frente a sua constituição como sujeito (qual faculdade deverá escolher, do que irá gostar, como irá se vestir e assim por diante).



Pois bem! Este futuro nada mais é do que o momento em que este ser nasce e passa a fazer escolhas por si mesmo. Portanto, uma de suas tarefas será diferenciar aquilo que quer para si daquilo que o outro quer.

Este processo pode ser denominado como individuação, ou diferenciação do Self (ou de tantas outras formas, dependendo da abordagem teórica adotada) e o mesmo pode ser facilitado com o intermédio de uma psicoterapia.

Você consegue distinguir seus desejos, dos desejos de seus pares? Você é facilmente influenciado por opiniões alheias ou consegue construir e defender a sua?

Estas são algumas questões que nos norteiam em relação ao nosso grau de diferenciação de self.

Busque seu autoconhecimento, busque terapia!

Por: @psicomarianadiniz

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *